Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

Solidão

Tenho andado a matutar nisto da comunicação. Gosto de andar a matutar aos pedaços, como se fosse uma barra de chocolate da qual só me permito comer um quadradinho de cada vez! Mas andando eu a matutar nisto da comunicação, li um post no facebook que me nublou o dia todo (como se não bastassem as nuvens que andam no céu!). Era um daqueles posts de um amigo de um conhecido de agradecimento pelos votos de aniversário deixados em sede de facebook. Tinha uma selfie linda, tirada por uma mulher jovem, com não mais de 20 anos. Via-se uma mesa com uma toalha branca, um jarro com um ramo de rosas com as pétalas espalhadas sobre a toalha, um castiçal com uma vela acesa, um pequeno bolo ainda por encetar, um presente por abrir, um postal, uma carta e uma rapariga sorridente em frente a uma janela. A mensagem, com mais de uma centena de "gostos" dizia "Obrigado a todos que me felicitaram. Fiquei muito feliz com cada gesto de carinho. Li todas as mensagens".

Ora porra!!! Eu posso ser uma gaja meia bruta, que nem se incomoda em agradecer as felicitações "clicka aqui" facebookianas, mas ai de mim que a minha foto de aniversário não seja inclinada sobre um bolo, numa mesa já meio comida, com mais de vinte comparsas à minha volta (a palavra amigo está a perder o seu sentido) de copo e prato na mão!!!

Porra de solidão acompanhada!!!