Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

Smileys e pontos de interrogação

Não gosto de smileys...ou pelo menos não gostava. Sou em muitos aspectos uma velha do restelo e sempre achei que esta mania de representar emoções por meio de caretas nos estava a fazer esquecer de como as representar por meio de palavras. Como se em vez de pedirmos desculpa a alguém lhe déssemos de presente um sorrizinho amarelo. Além disso as pessoas estão a ficar estúpidas e a deixar de perceber o que lêem se não tiver no fim a explicação óbvia do emoticon. Parece que já ninguém percebe uma ironia se não levar um ;-) ou percebe um desgosto sem um :-(.

Mas depois de pensar sobre o assunto concluí que estava a ver a coisa pelo lado errado. Estava a interpretar o smiley como discurso, e ele na verdade é pontuação! De certeza que antes de inventarem o ponto de interrogação o discurso seria muito mais elaborado e os prosadores mais eloquentes, mas eu também não percebo uma pergunta se no final não levar o ponto de interrogação. Não é?