Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

Pombas

Há uns dias atrás (expressão que para mim é equivalente a "era uma vez" pelo recorrente uso que faço dela a começar cada texto), estava eu sentada à espera de autocarro a olhar para o prédio em frente que a certas horas do dia parece um autêntico pombal, quando vejo uma pomba em voo picado em direção à minha cabeça, qual águia qual falcão, bico em riste, cabeça esticada, asas para trás e olhar concentrado num qualquer bicharoco que andaria por aquelas bandas. Perplexa, comecei a baixar a cabeça, mas... "- PUM -"

O bico da pomba tinha batido com grande estrondo no acrílico transparente da parte de trás da paragem de autocarro.

Depois vi a pomba no chão ao pé de mim, cambaleou por 10 segundos e calmamente mas claramente humilhada voltou a se juntar às outras pombas que continuavam no edifício indiferentes ao que tinha acontecido.

Passei o resto do dia a tentar tirar um significado para a minha vida do que aconteceu, mas não achei nenhum...

Vida díficil esta das pombas! 

foto do autor

arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D