Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

No meu tempo...

Há coisas engraçadas que descobrimos com a idade! Talvez as soubéssemos desde sempre, mas há um maravilhamento (!) todo especial quando as desembrulhamos com os anos.

Uma delas é o "no meu tempo...". Quando era miúda muito me irritavam pais, tios e avós com o tempo deles. O tempo é agora, as circunstâncias são outras, não se pode comparar alhos com fanecas (!) pensava eu, embora não o dissesse pois o amor é comum a todos os tempos e eu supunha que o que motivava comparações absurdas era a saudade.

Pois bem, chegando eu ao tempo em que já posso dizer "no meu tempo" descobri que não é saudade que o chama, mas sim o "branqueamento de capitais"! Como os putos não viveram no meu tempo eu invento o que me dá na real gana e falo de um tempo que bem vistas as coisas não era o meu!