Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

Nick Drake

Há episódios da nossa vida, absolutamente insignificantes e corriqueiros, que nos marcam para sempre e dos quais recordamos o momento, o pensamento e a emoção sem uma razão maior. Foi assim quando ouvi pela primeira vez Nick Drake. Recordo perfeitamente a noite em que deitada na cama a navegar no you tube ouvi uma música dele, e depois outra e depois outra atrás de outra. Talento bruto e puro. Depois descobri o que era óbvio, que ele era fonte de inspiração para muitos dos músicos que eu sempre tinha ouvido. Teve uma vida curta com aparente insucesso, mas passados estes anos todos eu, que já nasci depois dele ter morrido, num outro país, a falar outra língua, continuo a escutá-lo! A vida é tão fabulosa que por vezes derrota a morte.