Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

Mundo ridículo

Tenho andado num estado de água corrente. E quando a água corre não inquina.

Mas ontem, ou anteontem, já não sei bem, parei por momentos em frente à televisão no meio de um qualquer programa da manhã, e li "depressão pós-férias". Desde essa altura que ando meio inquinada e só me apetece gritar:

- Não há depressão pós-férias, há é trabalho;

- Não há depressão quando alguém morre, há é tristeza;

- Não há depressão no desemprego, há é preocupação;

- Não há depressão na velhice, há é solidão;

- Não há depressão na doença, há é medo...

O mundo anda a perder a capacidade de agir e toma comprimidos. E ponho-me a pensar, se o país entrasse em guerra haveria alguém para combatê-la ou ficávamos todos em casa deprimidos!