Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

Inércia climática

O Pai-Natal não me trouxe grande presente este ano. A COP25 falhou. Ai e tal, tal e coisa... uma esperançazinha aqui outra acoli, mas no global falhou. E está aí o Natal à porta. Por todo o lado vejo demasiados pai-natais e mãe-natais a comprarem o que não precisam para o oferecerem a quem não quer. Lixo à porta das lojas, lixo na rua, lixo em demasia. Depois vêem-me dizer para não me preocupar. Que a Greta isto e aquilo. Que é um problema para os chineses resolverem, que o Elon Musk e o Bil Gates já estão a trabalhar no assunto, e que já estão cansados de me ouvir. Mas parece que não. Nem o mundo se entende a resolver o assunto politicamente, nem as pessoas a resolverem-no no seu quotidiano. Falam, falam, falam, e dizem que é um assunto para os jovens resolverem daqui a 20 anos. E eu pergunto, se os jovens de hoje estão a ser educados por nós e se a educação se transmite pelo exemplo, que raio de exemplo estamos a dar? Como vão os jovens de hoje tornarem-se adultos de amanhã capazes de salvar o planeta se não os estamos a educar para isso. Dizem-me: olha a Greta. Eu respondo: olha os pais da Greta.

conversar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.