Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

Graffiti e greves

Hoje, enquanto estava presa no trânsito, entreti-me a olhar para muros e paredes! E ao lado de originais pinturas murais ou incompreensíveis siglas que nada dizem a quem as vê, aparece aqui e ali um apelo à greve. Ora, embora a tinta seja do mesmo tipo, custa-me associar os operários e motoristas, cansados de um dia de trabalho, a lutarem por melhores condições, com os noctivagos pintores que gostam de animar (ou poluir) as ruas desta cidade. Estão tão longe uns dos outros, como as gordas e coloridas letras de um graffiti estão das maiúsculas de "GREVE GERAL 24/11". Parecem feias, agressivas e rudimentares, as letras dos sindicalistas ali no meio, mas por outro lado se fossem gordas e coloridas como um graffiti, eu nem reparava nelas.

foto do autor

arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D