Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

Frases

Às vezes penso que as minhas recordações são feitas de frases soltas que me marcam. De quando em vez a conversar com um amigo ou conhecido, choca-me algo dito por eles e para todo o sempre essa pessoa fica colada a uma só frase.

Hoje passei o dia a pensar no que o marido de uma amiga minha, que é investigador em universidades por esse mundo inteiro, me disse já lá vão uns anos: "não consigo estar mais de 3 ou 4 anos no mesmo sítio a fazer a mesma coisa". Ora, além de na altura me ter sentido pequenina face ao à vontade com que ele conseguia trabalho interessante e bem remunerado aqui e acolá, fazendo-me questionar o que raio estou eu a fazer aqui, estática, neste ponto do globo (sentimento que logo desapareceu porque eu gosto mesmo é de aqui estar), fiquei a matutar nisso de se mudar de trabalho como quem muda de camisa. Há 3 ou 4 anos eu estava a fazer a mesma coisa que estou a fazer agora, só que agora faço-o muito melhor, com muito mais calma e muito mais segurança. E continuo a gostar de o fazer (na medida em que gosto de trabalhar, que não é assim tanta...). Como é que uma pessoa ganha experiência num trabalho altamente especializado se a cada 3 ou 4 anos mudar? Depois ponho-me a pensar que o mundo está a ficar assim como esse amigo meu, com necessidade de se transformar a cada ano, a cada mês, a cada dia. Como vamos todos aprender alguma coisa se estamos sempre a mudar. Tudo bem que quem muda vem com entusiasmo e traz ideias novas. Mas...as boas decisões para o mundo foram tomadas por pessoas com ou sem experiência no assunto? Claro que a internet é hoje uma enorme biblioteca e o conhecimento já não passa apenas de mestre para aprendiz, mas se as pessoas não ficam no ramo o suficiente para ver e sentir os resultados do que propõem, é como se retirassem as últimas etapas do método científico e vivessem sem conclusões. O que, pensando sobre o assunto, pode ser apenas uma má conclusão minha.