Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

Final feliz

Desde que me conheço tenho medo que os finais felizes não existam. Aliás, só os tolos acreditam em finais felizes! Pintam por aí o final feliz com tantas e tantas cores que parece que para o encontrar é preciso descobrir o pote que os duendes guardam no final do arco-íris. E todas as grandes histórias de amor são de um amor tão, mas tão grande, que quem as vive se vicia no amor, qual vampiro em sangue, e mal digere o pitéu logo fica sedento de sangue fresco. Tudo isto me causa pavor! Por outro lado dizem-me que os divórcios estão sempre a aumentar. Este ano, provavelmente divorciaram-se mais pessoas que no ano passado, e por sua vez mais que no ano anterior. E isso é natural, dizem. Se o facto estatístico não fôr verdade, então é por causa da crise económica. Porque também é natural duas pessoas ficarem juntas por dinheiro, só não é natural por amor (claro está, na maioria dos casos!).

Bom, também quando é o final? Quando morrermos? Se só depois de morrermos podemos afirmar o final feliz que tivemos, não admira que este mundo esteja cheio de fantasmas!!! BHUUU