Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

Dizer coisas

Embora se fale em demasia sobre o coronavírus, sinto que andamos todos a tentar não falar tanto assim como isso. E se ando mega preocupada comigo e com os meus, a ponto de não ter concentração suficiente no trabalho, também sinto que ando a esforçar-me para não o transmitir. E se esta última frase escrita num blogue demonstra uma incoerência gritante, também quero aqui fazer alguns agradecimentos:

- Obrigada ao governo e à DGS, sinto que estão a tentar tomar opções equilibradas com a melhor informação que existe, e a Dra. Graça Freitas tem falado ao país numa linguagem clara e simples, o que muito agradeço;

- Obrigada também aos restantes partidos políticos. Salvo algumas nódoas na toalha, têm mantido discrição e com isso fomentado a união do país em torno de um assunto que transcende a política;

- Obrigada aos profissionais de saúde, a todos. Dos contactos que tenho mantido, estão a organizar-se e a preparar o pior cenário (toc toc toc na madeira) e têm sido excepcionalmente compreensivos com as dúvidas dos doentes;

- Obrigada a quem se tem mantido calmamente em quarentena. Não deve ser fácil e fazem-no mais pelos outros do que por eles;

- Obrigada aos meios de comunicação. Neste momento tinham audiência para falar 25 horas por dia sobre o assunto, e não é que ainda conseguem falar de futebol lá pelo meio!?

- E obrigada a todos que não se cansam de mandar os outros lavar as mãos e que exigem que nos cumprimentemos a bater a continência como na tropa.

 

Vamos ver se isto corre bem!

conversar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.