Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

Coisas que me passam pela cabeça enquanto dura a viagem de metro

Está frio comó caraças;

Olha aquela gaja de calças rasgadas com os joelhos e os tornozelos à mostra;

Os joelhos dela estão vermelhos, a miúda deve estar cheia de frio;

Porra, mas está de kispo e cachecol, deve estar com o pescoço a suar;

E espirrou! Está super constipada! Pudera, com partes do corpo quentes e outras geladas;

Não sejas má Rita, que o modo como cada um se agasalha é com cada qual;

O caraças Rita! O modo como os ricos bancos geriam o dinheiro também era lá com eles e quando a porca torceu o rabo quem pagou a fatura foram os pobres remediados! A miúda que deve vender saúde está a mandar germes para cima de mim e quem vai pagar a fatura vou ser eu que já não sou tão miúda nem tenho tanta saúde;

AAAtchim!

3 falas

conversar