Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

As grandes diferenças

Gosto muito de viajar. Já viajei mais que hoje, quando tinha mais dinheiro e menos filhos, mas não há ano que passe sem que eu, mais longe ou mais perto, não ponha o pé noutro país que não o nosso. Gosto de viajar para sítios diferentes e perceber que a vida pode ser vivida de formas muito distintas da nossa. Agora que já não viajo tanto, quando apanho alguém que esteve em outro país, seja a trabalho ou lazer, bombardeio-o com mil perguntas de "como é" para sentir esse "quê" de diferente que me descansa a alma. Que os japoneses vivem em 15 m2, que há cangurus nos quintais da Austrália, que em Moçambique o progresso está a aumentar a desigualdade social, que na comunidade indiana de Londres ainda são os pais que arranjam o casamento dos filhos,...

Bem, no outro dia conheci uma rapariga que tinha estado a trabalhar no Panamá. Fiquei logo toda entusiasmada a fazer pergunta atrás de pergunta. A páginas tantas, perguntei "qual é a grande diferença entre viveres lá e viveres aqui", e ela respondeu-me "aqui a rede de dados móvel é muito má, lá pagamos um valor fixo por mês e temos rede em todo o lado, e quando aqui cheguei gastei o pacote todo na viagem do aeroporto para casa!". Bom, eu fiquei sem palavras! Talvez continue ainda sem palavras, porque acho que naquele momento também se acabou o meu pacote de palavras!