Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ri-te Rita

que a vida não rima

Ri-te Rita

que a vida não rima

As palavras e as pessoas

Se há coisa que me irrita é a necessidade de identificar a pessoa por detrás das palavras, como se as palavras não valessem por si só ou se tivessem importância distinta de acordo com quem as profere. Claro que sou ingénua, sei que sim! Mas se eu faço uma pergunta, porque existe uma parcela da resposta que se altera mediante a minha identidade? E se eu cometo uma falta, porque a julgam de forma diferente de acordo com quem sou? E se eu faço um comentário porque querem saber onde estão as minhas opiniões? Há pessoas que se sentem insultadas por palavras sem remetente, quaisquer que sejam. Porquê? Não terá mais valor uma pergunta ou um comentário de quem não queira mais que uma resposta? Porque não podem as palavras permanecer solteiras?